Powered By google

CRIANÇAS, PARTICIPEM DO MINISTÉRIO INFANTIL ESCOLINHA DE JESUS !

Toda quinta-feira, às 19:30 hs,
na cripta da Igreja Matriz São Miguel Arcanjo,
e venham descobrir quem é este grande amigo que nos ama.

Os adultos ficarão, no mesmo horário, no Grupo de Oração.

Traga
sua família!



QUEM QUISER ENTRAR NO REINO DOS CÉUS, QUE SEJA PURO COMO UMA CRIANÇA.

"NO SEU LUGAR, O QUE JESUS FARIA?"

"NO SEU LUGAR, O QUE JESUS FARIA?"
PARA SABER A RESPOSTA EU PRECISO: REZAR, LER E ESTUDAR A BÍBLIA.

Foi um pedido de Nossa Senhora:

Foi um pedido de Nossa Senhora:
Pede pra Mãe que o Filho atende! Quem persevera na veneração à Maria persevera na adoração a Deus, Nosso Senhor!

1 de fevereiro de 2007

PROJETO TALITA CUMI _ QUERIGMAS


QUERIGMA PARA CRIANÇAS

PROJETO TALITA CUMI

(por Hyde Flávia)


Jesus estava cercado por uma enorme multidão. Aproximou-se um chefe da sinagoga, cujo nome era Jairo, e vendo-o caiu a seus pés. Rogou-lhe insistentemente, dizendo: “Minha filhinha está morrendo, vem e impõe sobre ela as suas mãos, para que ela seja salva e viva.” Ele a acompanhou. Enquanto caminhava chegaram alguns da casa do chefe da sinagoga, dizendo: “ Tua filha morreu. Por que perturbas o Mestre?” Jesus, porém, tendo ouvido a palavra que acabava de ser anunciada, disse ao chefe da sinagoga: “Não temas; crê somente.” E não permitiu que ninguém o acompanhasse, exceto Pedro, Tiago e João, o irmão de Tiago. Chegando à casa do chefe da sinagoga, e ele viu um alvoroço. Muita gente chorando e clamando em voz alta. Entretanto, disse: “Por que este alvoroço e este pranto? A criança não morreu; está dormindo.” E caçoavam dele. Ele, porém, ordenou que saíssem todos, exceto o pai e a mãe da criança e os que o acompanhavam, e com Ele entraram onde estava a criança. Tomando a mão da criança disse-lhe: “Talita Cumi”, o que significa “menina, eu te digo, levanta-te”. No mesmo instante a menina se levantou, e andava, pois já tinha doze anos. E ficaram extremamente espantados. Recomendou-lhes então expressamente que ninguém viesse a saber o que tinham visto. E mandou que dessem de comer à menina.
(Mc 5, 21-24; 35 – 43)
Palavra da Salvação


Jesus também quer salvar as crianças hoje para que vivem. Faraós da era moderna condenaram nossas crianças à morte. Estão aí os “Herodes” da violência, da droga, da fome, do analfabetismo, da exploração do corpo, enfim, da falta de fé cristã decretando a morte não só das crianças, mas de toda a família. O que fazer? Nesta narrativa de Marcos estão todos os passos para a mudança desta realidade.

* aproximar-se de Jesus;
* dizer seu nome de batizado;
* rogar aos pés de Jesus;
* levar Jesus para dentro do lar;
* Jesus e seu exército, os santos;
* não temer, crer somente;
* acompanhar Jesus;
* obedecer Jesus.

Mesmo que nossos filhos ou a nossa família estejam mortos, como aquela criança, creia que Jesus é capaz. Amém!

OBJETIVO:
O projeto Talita Cumi surgiu para promover a criança em todos seus aspectos. Tem como meta a evangelização em todas as idades até chegar à adolescência. O querigma apresentado de forma criativa e divertida leva a criança a aproximar de Deus como um amigo inseparável.

“ENSINA À CRIANÇA O CAMINHO QUE ELA DEVE TRILHAR E ELA NUNCA SE ESQUECERÁ DELE.”






QUERIGMAS




DEUS TE AMA
A – Deus ama pessoalmente porque é seu Pai. (Is 43, 1-7)
B_ Deus o ama incondicionalmente porque é amor. (1Jo 4.8; Is 49, 14-16; Is 54,10)
C_ Deus quer o melhor para você porque é seu filho. Plano de Deus é harmonia perfeita.
D_ Deus tomou a iniciativa de amá-lo. (Gl 4,9; 1Jo 4,19; Jo 15,16)












ÉS PECADOR, NECESSITADO DE SALVAÇÃO
A_ Por que não vivemos no amor, qual o problema? (Rm 3, 23; Mc 1,14-15; Sl 51,7; Rm 14, 23)
B_ Conseqüência do pecado. (Jô 8, 34; Mt 16, 25-26; Mt 15, 14; Mc 6,15; Ro 6, 23)
C_ Reconheça o seu problema. (Rm 7, 14-19; Is 59, 1-2; Ez 33, 14-20).








JESUS JÁ TE SALVOU
A_ Deus nos deu a solução-Jesus. (Jo 3, 14-16)
B_ Missão de Jesus – Vencer satanás. (Gn 3, 15; Joo 16,3)
_ Salvar do pecado. (Jo 2, 29)
SALVAR = perdoar o pecado (Cl 2, 13-14);
= esquecer o pecado (Mq 7, 19);
= libertar do pecado (2 Co 11,2).
COMUNICAR = vida divina (Jo 10, 10);
= paz consigo (Jo 8, 3-11);
= paz com o outro (Lc 19, 1-10);
= paz com Deus (Lc 23, 39-43);
C_ através de sua encarnação, morte e ressurreição. (Ef 2, 1-7).

CRÊ, CONVERTE-TE E O DECLARE SENHOR
A_ Crer Nele é: entrega (Maria), dependência (Moisés) e obediência (Abraão). (Hb 11, 1; Ro 9,10).
B_ Converter é: arrepender, pedir perdão e viver com Jesus (1 Jo 1, 9; At 3, 19; Jo 3, 3)
C_ Senhorio de Jesus é: renunciar a si mesmo, tomar a sua cruz e viver como Jesus (Fl 2, 1-11; Mc 10, 46ss).







ESPÍRITO SANTO
A_ Promessa do Pai (Jo 14, 16-17; Jo 15, 26; Jo 16,5).
B_ Efusão (At 2, 1-4; At 2, 38-39; At 19, 1-7).
C_ Para viver como filho de Deus (Gl 4, 6; Gl 5, 22-23; 1 Co 12, 1-11).





















INTEGRA-TE À COMUNIDADE
A_ Vida como irmão (At 2, 42-47).
B_ Unidade fé (Ro 12).
C_ Para receber e dar amor. (EF 4).














..................................................................................................................................................


O BRINCAR

O modelo na escola tradicional era o educador que ensina, dá informação e os alunos que escutam em silêncio. Era comum a frase: _ Acabou a brincadeira, agora é hora de estudar!
Hoje se sabe que para educar é preciso brincar com a criança. Educar é tirar de dentro, sair para fora todo potencial humano e isto só se consegue com interação – diálogo. O brincar está para a criança como a fala está para o adulto. É possível haver comunicação falando, mas sem a pretensão de estar a criança entendendo como gostaríamos. O brincar é a forma da criança contar algo, enigmas de seu mundo interior, que devemos, com sensibilidade e escuta, decodificar.
Quatro características são do brincar:
1- o brincar é a linguagem da criança;
2- ao brincar a criança passa de passivo a ativo, é criativo gerando saúde emocional;
3- aumenta a capacidade intelectual, é o inicio da aprendizagem;
4- o brincar faz tomar consciência de si e do outro, promovendo a socialização.

1- INTERNAMENTE O QUE A CRIANÇA FAZ QUANDO BRINCA ?



A principal motivação do brincar infantil é um desejo não realizado. Para a criança o brincar é sério, importante, ela investe emocionalmente. Ao brincar ela resignifica algo do mundo externo e coloca a serviço do seu desejo através da fantasia. Brincar é realizar desejo, criar um mundo próprio que não é real. O brincar não está ligado ao prazer ou desprazer, é o além do prazer. É a repetição de algo vivido na linguagem infantil.
Ex.: Na ausência da mãe a criança joga um carretel e diz: _ Vai. Puxa o carretel e diz: _ Vem. Repetidas vezes e com prazer. Não porque gosta da ausência, mas está “dizendo” agora sou eu que te mando embora e você volta quando eu quiser.

2- A CRIANÇA É UM POEMA QUE AO LER DESCOBRE-SE SUA ALMA.



O eu, quem eu sou, se constitui na palavra do outro. É como a experiência do espelho. Primeiro a criança vê a imagem e vai olhar se há algo por detrás do espelho. Depois olha e descobre que ali há uma imagem de alguém. Por fim descobre que é ela. Assim, a palavra do educador é muito importante. Sua fala deve estar sempre na contra-mão da baixa estima.
Ex.: Se você não é bagunceiro, por que está fazendo isto?
Muito mais que informar, está se formando cristão pensantes, de conscienia critica e discernimento. Ao brincar a criança está elaborando, elabora o que reflete e aprende com a experiência. A repetição diz de doença psíquica. Criatividade diz de saúde psíquica. A fantasia é brincar sem ação. O brincar leva à fantasia. O educador trbalha a serviço da criatividade.

3- O BRINCAR É FAZER ALGO, MAS ESTÁ NO LIMIAR ENTRE O EXTERNO E O INTERNO.



Não é mundo interno como pensamento, memória, sonho, mas põe o mundo interno à mostra. A aprendizagem acontece a partir da curiosidade da criança. Diante de uma pergunta, entender o que a criança quer saber e dar respostas verdadeiras. Nunca inibir, cortar, interpretar mal. A curiosidade deve ser estimulada para gerar o aprendizado. Levantar perguntas e só depois dar o conteúdo.
Ex.: é normal a curiosidade referente a sexo. Dar respostas claras e concretas, mas sem esquecer que, na realidade, o que querem saber é:
O que você quer de mim?
Por que quis me ter?
Sou importante para você?
O ideal é que essas dúvidas sejam tiradas com pais e educadores.
A aprendizagem é retroativa, retém e depois assimila. A criança primeiro só entende o concreto, não consegui abstrair. Se dispormos vários objetos numa sala e deixar uma criança livre, ela vai fazer o que o objeto pede.
Ex.: se tiver um copo de água ela bebe; uma bola ela chuta, uma roupa ela veste, etc.
O brincar leva a vassoura virar cavalo, a capa virar asa, isto é uma simbolização. O abstrato é o pensamento mais evoluído. Quem não brinca não abstrai.

4- PRIMEIRO A CRIANÇA BRINCA SOZINHA POR CAUSA DO EGOCENTRISMO.
“É meu”. Só aos poucos vai se desenvolvendo o sentido de coletividade. Terapeutas têm usado o brincar para tratamento com crianças não só com problemas de aprendizado, mas com problema de comunicação. Jogos preparam a criança de forma saudável ao convívio com seus limites e dos outros, como também para melhor viver em sociedade.







***


PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA

GERANDO E EDUCANDO FILHOS PARA POVOAREM O CÉU


QUANDO COMEÇAR A EVANGELIZAR?
Nossa Igreja é muita sábia, quando na cerimônia do casamento reza pedindo a Deus que abençoe os filhos que nascerem daquela união. E, a seguir, o casal se compromete diante de Deus, a criá-los na fé cristã.
É momento então de debruçarmos sobre a história das duas famílias, não para dizer a Deus o grande problema que temos, mas dizer ao problema o grande Deus que temos. Nada foge da mão poderosa de Deus que irá manifestar seu amor “livrando-nos de todos os males” e fazendo com que “venha a nós o vosso Reino”. O reino de deus é um reino de paz, alegria, fidelidade, bondade e muito amor. Preparar um terreno fértil onde Deus poderá plantar muito amor, é evangelizar. Renunciar às tendências de nossa hereditariedade e começar um tempo novo onde Jesus é o Senhor, é evangelizar. Para todos Seus filhos Deus escolheu pais justos como José e mães santas como Maria. Saber dizer sim a este plano de Amor, como Maria e José, é evangelizar.




Escute o anjo anunciando “o filho que nascer de ti será...” para contar para o bebê.




COMO EVANGELIZAR DURANTE A GRAVIDEZ ?

A vida começa e desde o primeiro instante já pulsa de amor - corpo e alma. na vida uterina percebem-se sons, sensações, e toques. João Batista saltou de alegria no ventre de Isabel assim que Maria chegou em casa (Lc 1, 44). por isto os casais grávidos deverão expor a criança à presença de Jesus, lendo a palavra para ela ou diante da Eucaristia até que ela estremeça de alegria no ventre de sua mãe. Faça o seu "Magnificat" cantando a alegria do nome escolhido e da vinda de um filho de Deus, cante as vitórias de Deus na sua história que agora se completa com a chegada do bebê (Lc 1, 46-55). Terão nove meses de conversa contínua de afeto e carinho. Os pais também devem preparar o neném para o momento da separação da mãe. A criança sentirá segurança se souber dos pais o que é nascer para a vida, como ela é querida e esperada. Agora serão muitos para cuidar. O mais importante é passar a experiência de confiança em Deus. Que tal o pai dizer: "Filho, Papai do Céu ama você mais do que eu. Eu e sua mãe podemos falhar, mas Jesus é o amigo que jamais abandona."




***



EVANGELIZANDO CRIANÇAS





"Para evangelizar a criança é preciso levar em conta seu desenvolvimento. Veja no quadro a psicologia a serviço da evangelização."





1-1 VIDA CONCEBIDA NO AMOR DE DEUS (AMARELO).

Deus ama você (Jr 31, 3). Nada temas, eu te chamo pelo nome, és meu (Is 43, 1). Deus um dia pensou em você. Porque esteve no coração de Deus, vocÊ experimentou a verdadeira felicidade. Por isto vive procurando esta felicidade aqui na terra.




1-2 VIDA CONCEBIDA NO AMOR DOS PAIS (AMARELO).

Para que você existisse Deus preferiu contar com duas pessoas muito especiais, seu pai e sua mãe. A mãe é a matriz e o pai é a primeira imagem de Deus para seus filhos. Quanto amor, quanta preparação para receber você.

O evangelizador deve orientar conscientizando que antes de nascermos Deus já nos conhecia e nos amava. Foi ele quem nos teceu no seio materno. Por isto quando se pensar em ser pai e mãe, devemos orar a Deus e pedir que seu desejo seja realizado em nós, nos colocar à disposição e pedir que santifique o ato que vai gerar Seu filho.

Podemos também pedir a Deus que abençoe a criança que vai ser gerada e que sua luz plena a envolva cumulando seu corãçãozinho de dons e louvor ao seu nome. Agradecer a Ele por nos escolher para sermos pais desta criança e nos comprometermos em gerar filhos que irão povoar o céu. O evangelizador deve servir em curso de noivos, em grupos de família e em sua família, levando as pessoas a orarem pelas crianças que ainda virão e sua concepção.





2-1 FETO (PRETO).

Cantar, orar e ler para o feto.

Diálogo permanente de amor e carinho.

Preparar para a primeira separação.

Deus ama tanto você que debruçou sobre o ventre de sua mãe e o teceu ali com todo amor e carinho. Ao ser gerada, a criança é sensível aos ruídos, à luz forte e toques externos. Também percebe os sentimentos, aflições e alterações de humor do ambiente e principalmente de sua mãe. Nesta fase como é importante o evangelizador, ao aproximar de uma gestante, evangelizar o feto, chamá-lo pelo nome e anunciar o quanto ele é amado por Deus e querido por todos e levar a família a também evangelizá-la diariamente.




3-1 DE 0 A 1 E MEIO (VERMELHO).



Idade do Bebê - Idade da Graça.

Gestos de amor.

Jesus desperta a fé não só tocando nas mãos das crianças, mas dando-lhes o colo.

O evangelizador desta idade deve tocar, brincar, amar com os olhos, as mãos, as palavras. Nossa Senhora é o grande modelo para todos nós.




3-2 DE 0 A 1 E MEIO.

Jesus é a fonte de Água Viva.


Jesus é a luz do mundo.

A luz é o símbolo da fé.

A criança não tem nesta idade a noção de certo e errado.

Relação: mãe.

O evangelizador ao dar banho, dar de beber à criança, deve lembrá-la de seu batismo e que Jesus é a fonte de Água Viva. Usar sempre uma vela quando orar explicando que Jesus é a luz do mundo. A descoberta de si mesmo e o controle das fezes e urina deve ser feito lembrando como é rico Deus que nos criou. A repetição de coisas erradas que já ensinamos nunca deve ser vista como pirraça e sem limitação.


4-1 UM ANO E MEIO A TRÊS ANOS (VERDE).

Idade do egocentrismo: meninice.

Relação: Pais.

Falar do Papai do céu, da mamãe do Céu e do anjinho da guarda.

Repetir orações e músicas curtas com bastante gestos.

Contar histórias curtas baseadas na Bíblia (audiovisuais).

O evangelizador deve respeitar muito a criança que nesta idade só sabe dizer eu, meu e não divide nada com as outras crianças. Aos poucos levar a repartir com o menino Jesus. Ensinar a manusear a Bíblia lendo com o dedinho e ouvir Papai do céu falando pelo barulhinho do folhear da Bíblia.


4-2 UM ANO E MEIO A TRÊS ANOS.

Ouve com atenção e imita.

Gosta de fazer mímica e brincadeira.

O evangelizador deve brincar, contar historinhas, ensinar a oração da manhã e da noite, durante as refeições, do anjinho da guarda, etc. Ensinar a contemplar a natureza imitando-a, observando-a; ensinar a louvar e agradecer ao Papai do céu por tudo.


5-1 QUATRO ANOS A SEIS ANOS (AZUL).

Relação: família.

Confiantes e abertos ao conhecimento de Deus.

Tem noção do certo, errado, bem e mal.

Jesus é o maior amigo, jamais abandona seus irmãozinhos, sejam eles bons ou maus.

Não deforme o rosto de Deus: Deus vingador (castiga); Deus "Vai e Vem" (afasta triste chorando); Deus "Dedo-Duro" (vê tudo); Deus "Enciclopédia" (perguntas difíceis ex.: Por que não ganho um irmãozinho? Por que a gente reza?

O evangelizador precisa estar atento denunciando estas mentiras.


5-2 SEIS ANOS A NOVE ANOS.

Idade escolar.

Relação: vizinhança-escola.

Necessita e confia em Deus.

Reconhece o pecado. Idade da pré-Eucaristia.

Idade ideal para a formação religiosa.

O evangelizador deve instruir a criança a frequentar a catequese da igreja. Usar de muitas brincadeiras. começar o estudo da palavra e retirar da palavra mensagem e ordem. Deve ser incentivada a evangelizar todos os colleguinhas de rua, de escola e familiares. Deve-se ensinar o terço e as noções dos sacramentos e mandamentos.


6-1 NOVE A DOZE ANOS (AZUL).

Já sabem testemunhar a fé.

O evangelizador pode ensinar a retirar da palavra mensagens, ordem, promessa e como aplicar na minha vida. ensinar os mandamentos e os sacramentos. já podem levar a boa Nova aos coleguinhas incentivando-os a ajudarem na evangelização de outras crianças. Formá-los para pregarem a palavra com temas específicos.


6-2 AOS DOZE ANOS (BRANCO).

Jesus evangelizava.

O evangelizador deve incentivar as crianças a prepararem o mundo pra Jesus, dando de presente a Ele muitas crianças evangelizadas.

Já podem ajudar na evangelização de crianças menores, ensinando o estudo bíblico na garagem, no quintal, na escola, onde estiverem.









































































































7 comentários:

  1. parabéns! sou do ministério para as crianças de Uberlândia. adorei tudo que está nesse site! grande beijo que papai do Céu os ilumine sempre para continuar-mos evangelizando!
    =]

    ResponderExcluir
  2. olá! eu trabalhei durante 8 anos no ministerio da criança em minha ex comunidade,mas me mudei e na minha nova comunidade nao tem o ministerio,estou com o projeto para começa-lo lá e peço que orem para que dê certo.
    Parabens pelo site.
    que Deus os abençoe
    =)

    ResponderExcluir
  3. Parabéns !!!
    Sou do ministério da criança de São José dos Quatro Marcos-MT,este blog está lindo, evangelizando crianças e adultos de toda parte.

    Daiana de Oliveira Chorro.

    ResponderExcluir
  4. Paz e bem pra todos!
    Sou do Rio de janeiro!
    Por favor se Alguém souber de alguma formação ou retiro pra catequista ou evangelizador de crianças me avisa, me diz a data, local ou tel de contato!!
    Muito obrigadinha!!
    tatianedorneles@globo.com
    Beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  5. Raphael (raphael.soft@hotmail.com)18 de junho de 2011 18:39

    Olá! Montamos um grupinho de oração e estamos com dificuldades em manter a atenção das crianças, pois são em média de 40 na faixa de 04 a 12 anos. Vocês podem nos enviar algumas sugestões? Nosso grupo é uma vez por semana das 19h30 às 21h45. As crianças ficam no grupinho enquanto os pais estão no Grupo de Oração. Nossa programação é a seguinte: Oração inicial, Momento de Maria, louvor, intervela (banheiro/água). Palestra/Pregação, dinâmica, atividades (filminho/pintura/brincadeira). Agradecemos a ajuda.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns! Que o amor do menino Jesus de Praga abençoe seus caminhos,e seja você este elo do amor de Deus com as crianças.Suas atividades nos ajudam muito neste processo de evangelização.

    Coordenadora do GOI Obra Nova_Barcarena_Pará
    Cássia Silva

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pela iniciativa! Linda maneira de evangelizar! Obrigada por partilhar conosco!

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget